Gestão de talentos e construção de um time de alta performance: como fazer?

gestão de talentos
7 minutos para ler

A gestão de talentos precisa ser uma parte essencial da sua estratégia de negócio. Mas, afinal, por qual razão essa deveria ser uma prioridade? Pelo simples fato de que reter bons profissionais do mercado é uma maneira de acelerar cada vez mais o crescimento da empresa.

Investir na gestão de talentos é, sem dúvida, uma ação fundamental para atrair, treinar, motivar e reter os funcionários, de modo que atinjam a melhor performance e, com isso, conquistem os objetivos organizacionais.

Quer saber o que é gestão de talentos para construir uma equipe de alta performance na sua empresa? Então continue acompanhando o texto e aproveite as dicas que trouxemos para você! Boa leitura!

O que é a gestão de talentos?

Podemos resumir afirmando que a gestão de talentos trata-se da arte de captar, de selecionar e de reter os melhores colaboradores para o quadro funcional do negócio, criando o compromisso de desenvolver e de valorizar os profissionais para manter a empresa competitiva no mercado.

Antigamente, a área de RH (Recursos Humanos) tinha um foco maior nos processos burocráticos que estavam ligados à contratação e à demissão de funcionários, e sua maior missão era a de adequar os melhores colaboradores para os cargos certos. Contudo, isso mudou.

Hoje em dia, os profissionais de RH sabem que é importante e necessário flexibilizar o gerenciamento dos trabalhadores, mesclando práticas não somente para atrair e para selecionar os melhores, mas também para retê-los e contribuir para que cresçam dentro da empresa.

Além disso, a preocupação desse setor não se limita apenas aos processos burocráticos como fazia antes, pois ele também tem como objetivo contribuir para a construção de um ambiente empresarial motivador e agradável, por isso a transição do nome recursos humanos para gestão de pessoas. E é exatamente por esse motivo que a gestão de talentos é tão essencial e necessária.

O que é um time de alta performance?

gestão de talentos

Podemos definir um time de alta performance como um grupo de pessoas que tem competências e talentos que se complementam, que estão comprometidos e realmente alinhados com um objetivo em comum. Geralmente uma equipe de alta performance acaba demonstrando um nível muito alto de inovação e de colaboração e, consequentemente, resultados de ótima qualidade para a empresa.

Focada e unida em relação ao objetivo, um time de alta performance vai estar sempre pronto para ajudar, resolver ou impedir algum problema, dificuldade ou barreira, para, dessa forma, garantir que vai atingir seus objetivos.

Em resumo, então, é um time em que as pessoas têm um grau bem alto de comprometimento, conquistando, assim, um resultado de alto nível. Por isso, os membros da equipe veem a colaboração como uma característica para solucionar os problemas.

Como realizar a gestão de talentos?

Conheça as melhores práticas para fazer uma boa gestão de talentos e montar um time de alta performance na sua empresa!

Mapeie as vagas

É preciso mapear vagas que devem ser preenchidas na sua corporação e atrair os candidatos que possam ocupá-las. Para tanto, é fundamental fazer uma separação entre aqueles que demonstram interesse pela vaga e aqueles que realmente têm um perfil que pode ser considerado para uma futura contratação.

Nessa etapa, existem alguns cuidados que devem ser tomados:

  • antes de abrir a vaga, é importante observar se atualmente não há nenhum funcionário na empresa que poderia preencher esse cargo por meio de uma promoção;
  • a empresa tem que ser bastante clara sobre o que ela necessita para ocupar a vaga e quais são as vantagens que ela oferece ao profissional — o candidato, por sua vez, precisa ser totalmente honesto sobre sua experiência, sua formação e como ele pode contribuir com o negócio.

Realize um bom processo de recrutamento e seleção

Após atrair talentos, é hora de recrutar os melhores para a organização a partir de um processo de seleção. Vale lembrar que muitos gestores acabam sofrendo para acompanhar todos os estágios do recrutamento de pessoas. Isso, é claro, resulta em um problema muito comum: esquecer-se de analisar o perfil comportamental dos candidatos às vagas.

Por isso, o ideal é elaborar avaliações que vão além do julgamento dos atributos profissionais e técnicos do cargo. Nesse sentido, é importante instituir alguns pré-requisitos de personalidade.

Desse modo, quando um líder for julgar os pretendentes ao cargo, ele precisa conhecer quais são as qualidades que a empresa requer em termos de conduta. Algumas das habilidades podem ser: agir com total cortesia diante dos clientes, ter uma boa capacidade de relações sociais, receber críticas de modo tranquilo etc.

Faça treinamentos

A elaboração de um plano de capacitação e de treinamentos para os colaboradores também é imprescindível para o desenvolvimento de talentos. É importante mencionar que os treinamentos não podem se restringir aos novos funcionários ou a momentos em que existem mudanças de processos. Eles precisam ser sempre constantes, visando o desenvolvimento de competências e de habilidades individuais e a atualização dos conhecimentos.

Crie práticas para motivar os colaboradores

Engajar e motivar os funcionários da empresa também devem ser estratégias adotadas de maneira constante na companhia. Cada colaborador tem um perfil e, por essa razão, existem grupos com motivações bem diferentes. Logo, conhecer essas motivações é fundamental para elaborar a estratégia de gestão de talentos.

Saiba que oferecer bonificações é uma ação muito boa para motivar os profissionais, mas, quando for possível, procure investir em benefícios criativos, como descontos em academias ou viagens, por exemplo. Além disso, momentos de descontração, como happy hour e dinâmicas de grupo, são recursos excelentes para quebrar a rotina pesada, energizar os funcionários e mantê-los sempre engajados nas tarefas da empresa.

Qual a importância da construção de times de alta performance?

A frase “Uma andorinha só não faz verão” é muito útil para explicar a importância de contar com um bom time na empresa. Essa frase se encaixa bem no mundo empresarial porque os resultados de um negócio quase sempre são definidos pelo desempenho do time. Isso significa que nada vai adiantar ter um gestor disposto e competente, que queira ultrapassar metas, se sua equipe não tiver o mesmo desejo e não estiver na mesma sintonia.

Construir uma equipe de alta performance na sua empresa é o passo inicial para alcançar resultados melhores que a média. Somente com profissionais alinhados, competentes e entusiasmados, é possível crescer e ganhar destaque diante da concorrência.

Uma equipe de alta performance envolvida com os objetivos do empreendimento e motivada a segui-los, junto aos seus esforços coletivos, é capaz de prevenir que os problemas ocorram no dia a dia. Uma das posturas mais apreciadas em equipes que alcançam performances bem altas é o comprometimento com o resultado.

Os profissionais de alta performance têm o comprometimento de executar suas atividades diárias com o sentimento de que o resultado do todo é também de sua responsabilidade. Portanto, procura cativar o trabalho em equipe, uma vez que acredita que a dedicação de energia e de tempo do time vai garantir que o resultado será atingido. Esses profissionais também disponibilizam seus recursos, suas competências e suas habilidades para o desenvolvimento da equipe.

E, então, gostou das nossas dicas de gestão de talentos para construir uma equipe de alta performance? Como você pôde ver, esse conjunto de práticas é crucial para formar bons times e conquistar os objetivos organizacionais. Lembre-se sempre de investir em estratégias de engajamento, treinamento e motivação de forma contínua. Só assim será possível colher os frutos da boa gestão de talentos.

O que achou do texto? Foi útil para você? Quer aprender mais conosco? Então aproveite para seguir a nossa página no LinkedIn e acompanhe as novidades por lá!

Você também pode gostar

Deixe um comentário