Entenda como os programas de meritocracia ajudam a engajar funcionários

programas de meritocracia
7 minutos para ler

Quem não gosta de receber um elogio ao ter o seu empenho reconhecido? Imagine, além disso, conquistar algum bônus financeiro ou um reconhecimento público diante de outros colaboradores da empresa?

Os programas de meritocracia são uma boa prática corporativa na gestão de pessoas e têm como principal intuito valorizar os profissionais por suas entregas de alta performance. São ferramentas que acabam atuando no engajamento dos colaboradores.

Quando abordamos o gerenciamento de recursos humanos, é necessário que você saiba que cada profissional tem um gatilho que estimula a sua produtividade, ou seja, a maneira de reconhecimento de mérito impacta de forma diferente cada colaborador.

Se você ficou curioso e quer saber mais sobre o assunto, continue a leitura!

Qual é a importância dos programas de meritocracia?

Muito se fala sobre meritocracia, mas por que ela é tão importante? O reconhecimento é uma das demandas essenciais dos profissionais, principalmente, pelos Millenials e pelos pertencentes à Geração Z — esses estão chegando agora no mercado de trabalho e são um grande desafio para as organizações.

Segundo o dicionário Michaellis, a meritocracia é um programa de merecimento, cujos cargos são concedidos por competência. No entanto, no dia a dia das rotinas corporativas, esse conceito vai muito além. Ele é o reconhecimento de qualquer ação que fuja do senso comum, que possa ser usada como um exemplo a ser compartilhado e seguido por outros colaboradores.

Os programas de meritocracia são importantes, principalmente, porque são uma estratégia no gerenciamento de recursos humanos. Por meio deles, você constrói um clima organizacional mais favorável, estimula o engajamento e a cooperação entre funcionários, além de impactar positivamente o desempenho do negócio.

Por que utilizá-los no ambiente corporativo?

Você deve ter percebido que os programas de meritocracia são um tipo de estratégia essencial para o sucesso de qualquer empresa, não é mesmo? As organizações contratam pessoas para realizar os seus processos, para atingir um fim. Por isso, é necessário sempre mantê-las motivadas para alcançar as expectativas do negócio e apresentar resultados extraordinários.

Com profissionais mais engajados, além de impactar positivamente a experiência dos seus clientes, a sua empresa reduz uma série de custos, tais como turnover (taxa de admissões versus desligamentos), e de processos. Isso porque os colaboradores vão sempre querer fazer algo inovador para ter o seu devido reconhecimento. Sendo assim, é essencial, de fato, reconhecer essas entregas, seja por meio de um bônus financeiro, seja de outra forma, até mesmo, sem custo.

Como isso ajuda no engajamento dos colaboradores?

programas de meritocracia

Segundo uma pesquisa feita por uma universidade do Reino Unido, a felicidade no trabalho contribui para o aumento da produtividade em torno de 12%. Esse sentimento pode ser resultado de muitas ações, como clima organizacional favorável, bons salários, benefícios e, inclusive, programas de meritocracia bem-estruturados.

Convenhamos que, quando os funcionários estão mais produtivos, isso significa que há mais engajamento com o propósito do seu negócio, não é mesmo? Assim, a meritocracia atua de forma a contribuir para o comprometimento dos profissionais, à medida que estimula a satisfação, criando um elo sentimental entre a sua marca e seus colaboradores.

Eleva a motivação

Os programas de meritocracia ajudam a elevar a motivação do colaborador. Lembrando que essa palavra não tem o mesmo significado de engajamento: ela é algo que vem internamente.

Basicamente, temos muitas motivações quando escolhemos trabalhar em algum local. Elas podem ser o salário, os benefícios, a proximidade de casa, o clima organizacional ou o reconhecimento proporcionado.

Permite uma interação maior

Quando o gestor sabe as ferramentas certas para aplicar nos programas de meritocracia, uma das tendências é que haja, simultaneamente, um espírito competitivo e de cooperação. Parece impossível, mas não é!

Por exemplo, se o seu RH criar uma forma de reconhecer os colaboradores e, ao mesmo, em um contrato de gestão, colocar metas referentes às áreas de interface, é possível fazer com que os funcionários produzam e cooperem mais com os processos.

Valoriza o trabalho dos funcionários

De acordo com uma reportagem publicada pelo site de notícias G1, um dos principais motivos para que os funcionários solicitem o desligamento é a falta de reconhecimento. Assim, os programas de meritocracia são uma forma estratégica e muito eficiente quando a intenção é valorizar os seus profissionais.

Como implantar a meritocracia em um negócio?

Como todo projeto, é primordial desenvolver uma proposta de escopo para os programas de meritocracia. É essencial que você tenha em mente que, para tornar possível alcançar a eficácia dessa proposta, ela deve ser construída com o apoio dos colaboradores. Mas como fazer isso?

O setor de RH, com o apoio da Comunicação Corporativa, pode realizar uma pesquisa com os colaboradores para conhecer melhor qual o perfil interno, quais são as dores e o que eles entendem como ações meritocráticas. Por meio desse estudo, a construção do programa se torna mais fácil e certeira.

Com a consolidação da pesquisa, você precisa aliar as demandas às ferramentas mais adequadas para o seu pessoal. Isso significa que não adianta ter os dados, mas não saber trabalhá-los, ou seja, sem usar os meios de comunicação e de persuasão mais adequados para a ação.

Existem muitas formas de fazer isso, seja com o apoio de aplicativos, seja com a oferta de mais benefícios, por exemplo. Abaixo, confira as nossas dicas para implantar programas de meritocracia. Elas são o resultado do que está em alta no mercado, somado às boas práticas essenciais.

Utilize a gamificação

Você já ouviu falar sobre a gamificação? Essa proposta está dominando os processos de gestão estratégica de pessoas. Muitas empresas estão usando o método na seleção de pessoas — principalmente no recrutamento de estagiários, pois é uma forma de promover a conexão com a Geração Z — e em campanhas internas.

Defina os benefícios

Há muitas maneiras de praticar a meritocracia na sua empresa. Nem todas demandam o investimento alto. Exemplo disso é o reconhecimento formal feito pela liderança, seja em uma reunião, seja com a entrega de um certificado de alta performance. Acredite: ações assim são capazes de despertar gatilhos emocionais fortes nos seus colaboradores.

Caso o seu negócio esteja disposto a investir mais nos programas de meritocracia, você precisa definir quais são os benefícios gerados. Eles podem ser: progressão salarial, promoção de cargo, bônus, lembrancinhas, vouchers ou, até mesmo, viagens.

As opções são várias. O interessante é ter um mix: os benefícios podem ser hierarquizados, conforme o impacto das entregas feitas pelos seus colaboradores.

Tenha transparência

Uma das dores que costumam aparecer em qualquer pesquisa de clima organizacional é a falta de transparência em processos. Isso pode acontecer porque, realmente, a empresa não atua de forma esclarecedora ou, simplesmente, porque não usa os canais de comunicação adequados para isso — causando aos colaboradores uma imagem distorcida da real.

Garanta uma boa campanha de divulgação e deixe as informações sobre a política de mérito dispostas em local de fácil acesso, como a intranet da empresa.

Os programas de meritocracia não podem faltar em seu negócio. Por isso, siga as nossas dicas e, assim, caminhe em direção à construção de uma cultura organizacional mais sólida, conquistando o engajamento dos seus colaboradores. A meritocracia também é uma ótima forma de atrair e reter talentos.

Para você, quais ações uma empresa pode adotar para reconhecer o mérito da sua equipe? O que acha sobre o assunto? Compartilhe conosco a sua opinião: deixe o seu comentário!

Você também pode gostar

Deixe um comentário