Sistema de gestão empresarial e alta performance: como se relacionam?

sistema de gestão empresarial
17 minutos para ler

O emprego de tecnologia é cada vez mais importante para as empresas atuais. Aproveitar os dados digitais ajuda a entender uma situação e a definir quais são as formas ideais de agir. Para consolidar uma performance reforçada, é interessante recorrer a um sistema de gestão empresarial.

Essa ferramenta pode ser usada para diversos processos, como o People Management. Além disso, há a chance de integrá-la a outros recursos e, assim, ter total visibilidade sobre o empreendimento.

Afinal, como esse aumento de desempenho acontece? Como fazer a escolha certa? A seguir, veja as respostas para essas e outras perguntas!

Como funciona um sistema de gestão empresarial?

Um ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning ou Planejamento de Recursos Empresariais. Mais que um plano, é uma ferramenta voltada para a gestão do negócio em diversas áreas e propostas.

Por causa de suas características, também é conhecido como um sistema de gestão empresarial. Sua principal função é auxiliar a tomada de decisão dos gestores e isso depende, basicamente, de algumas etapas. Na sequência, veja quais são os pontos mais importantes para o uso dessa ferramenta!

Coleta de informações

Após a implementação, o primeiro passo para o uso dessa ferramenta inclui a coleta de informações. A entrada de dados serve como combustível para abastecer o funcionamento do sistema e dar sequência às próximas etapas.

Esse processo pode ser feito de três maneiras principais: manual, automática ou híbrida. A entrada manual acontece quando o colaborador precisa incluir as informações, conforme elas são geradas. Pela falta de praticidade, não é a alternativa mais usada. Já a coleta automática ocorre em vários pontos. Um e-commerce, por exemplo, é capaz de enviar os dados automaticamente para o sistema, que registra as vendas e suas informações.

A entrada híbrida depende da entrada de informações do time com uma ajuda da tecnologia — é o caso do vendedor que inclui uma venda apenas pelo código ou com o uso de leitores digitais, por exemplo.

Integração entre setores

Depois que as informações entram no sistema, elas devem seguir um fluxo para que sirvam para a gestão, certo? Por isso, é muito comum (e desejável) que esse recurso ofereça integração entre os diversos setores. Vamos pensar em um sistema que seja voltado para a gestão de colaboradores. Contar com informações sobre vendas e outros elementos de desempenho é essencial para que seja possível ter uma visão completa do seu negócio.

Em diversos casos, um ERP conta com vários módulos, que funcionam integrados e permitem ter um conhecimento sobre diversas áreas ou processos. Dessa maneira, garante-se que o sistema seja útil para o cotidiano do negócio.

Centralização de dados

Não basta que as informações sigam um fluxo se elas ficarem espalhadas ou pulverizadas em diversos pontos. Por isso, é indispensável que a ferramenta apresente a centralização de informações.

Graças a essa funcionalidade, a gestão tem uma visão ampla do negócio ou mesmo do setor de interesse. Dessa maneira, todas as pessoas autorizadas podem conhecer melhor a empresa ou o setor ao usar o recurso.

Principalmente, essa é uma forma de impedir que informações se percam por não estarem no local certo. Como consequência, fica mais fácil ter todos os insumos na hora de tomar uma decisão.

Análises de informações e relatórios

Depois que os dados entram no sistema, são integrados e centralizados, há um estudo sobre essas informações. Inclusive, essa é uma das principais vantagens do uso de tecnologia, principalmente para a alta performance.

Os dados são analisados automaticamente e, a partir disso, pode-se obter informações relevantes sobre qualquer questão para o negócio. Para facilitar o estudo sobre uma condição da empresa, é possível utilizar relatórios e recursos semelhantes.

Isso é indispensável para que a tomada de decisão seja embasada e para que seja possível usar tendências, previsões e correlações entre os fatores.

Quais seus principais benefícios?

O uso de um bom sistema de gestão empresarial é determinante para que o negócio chegue ao sucesso. Graças a essa implementação, há uma mudança positiva no cenário e na forma como a empresa atua. Com isso, há a geração e o aproveitamento de oportunidades interessantes.

Se quiser entender como tudo isso acontece, veja quais são as principais vantagens de implementar uma ferramenta do tipo!

Aprimora os processos

Uma empresa com processos pouco estruturados ou eficientes costuma ter problemas para alcançar um bom desempenho, certo? A gestão de pessoas, por exemplo, precisa ser feita de maneira estratégica e otimizada. Do contrário, há o desperdício de recursos e de boas chances.

O sistema de gestão empresarial, por sua vez, consegue agir nos processos e nos resultados consolidados por eles. Com a tecnologia, há a oportunidade de automatizar tarefas e de substituir parte da atuação humana.

Isso faz com as chances de erros fiquem menores, o que também reduz o retrabalho. Em contrapartida, há um nível maior de confiança. Isso favorece as decisões e, principalmente, a consolidação de performance.

Garante mais segurança

Uma boa ferramenta de tecnologia voltada para a gestão é capaz de ampliar a segurança dos processos, de modo geral. Isso se reflete na atuação de mercado e é essencial para reduzir os riscos da presença de mercado.

Imagine, por exemplo, que seu negócio deseje avaliar a evolução de desempenho do time de colaboradores. Se as informações forem perdidas no meio do caminho, isso fará com que toda a gestão seja comprometida, certo? Com um bom sistema voltado para essa área, por outro lado, há disponibilidade completa de informações.

Além disso, é uma maneira de evitar o acesso não autorizado dos dados ou mesmo a modificação sem uma avaliação criteriosa. Por isso, é algo essencial para melhorar a conquista de resultados.

Reduz custos

Como automatiza processos, um sistema de gestão empresarial é determinante para a realização de tarefas em menos tempo. Há, então, uma diminuição na utilização de recursos, o que diminui os gastos.

A redução nos erros também é essencial para evitar desperdícios, o que leva a uma redução nos gastos. Em termos operacionais, isso é fundamental para aumentar a margem de lucro e a disponibilidade para investimentos.

Além disso, a diminuição dos gastos permite tornar os processos mais eficientes, sem que ocorra um comprometimento dos resultados. Por isso, é indispensável considerar que essa é uma peça-chave para a elevação de performance.

Facilita a comunicação interna

A aplicação da tecnologia de forma adequada é essencial para integrar os setores, como dissemos. Esse fluxo favorecido de dados permite que a comunicação interna se torne mais eficiente e robusta.

Em partes, isso se deve ao aumento da visibilidade. A centralização de informações faz com que todos falem a mesma língua, com um entendimento claro sobre o contato. Com isso, o time tem a capacidade de trocar experiências e colaborar.

O sistema de gestão empresarial também permite estabelecer um acompanhamento em tempo real. Assim, todos podem ter uma noção clara dos dados relevantes para cada situação, o que fortalece a comunicação.

Otimiza a tomada de decisão

Um sistema de gestão empresarial é determinante para ajudar a organização a realizar boas escolhas. Afinal, as informações precisam ter uma aplicação estratégica e devem servir para que o negócio consiga atingir seus objetivos específicos.

Nesse sentido, a tecnologia é muito bem-vinda porque facilita a tomada de decisão. Ela garante que o gestor tenha todos os subsídios necessários para avaliar uma situação e definir qual é o melhor caminho.

Vamos tomar o gerenciamento de pessoas como exemplo. Para saber se alguém deve ser promovido ou para descobrir quem se destacou, é essencial ter os dados e as análises certas. O sistema traz tudo isso e garante que a tomada de decisão seja muito mais eficiente.

De que forma ajuda no alcance da alta performance?

Todos esses benefícios impactam, positivamente, os resultados do negócio. No entanto, é possível ir ainda mais longe para entender como ocorre a consolidação do desempenho otimizado.

Essa ampliação de performance está ligada à atuação em pontos específicos do negócio, que alavancam as conquistas internas. Um sistema de gestão empresarial atuante no capital humano, por exemplo, é essencial para ampliar a produtividade, o engajamento e o alcance de metas.

Para entender como isso acontece, descubra de que forma uma ferramenta do tipo influencia o alcance de alta performance!

Uso de inteligência de dados

Como dissemos, não basta coletar as informações. É preciso contextualizá-las e garantir que elas se transformem em insights acionáveis para o setor ou organização. Por isso, um bom sistema de gestão empresarial é capaz de explorar os recursos oferecidos pela inteligência de dados.

Há muitas funcionalidades que podem ser usadas e algumas delas merecem atenção, ainda mais na gestão de pessoas. Veja quais são!

Machine Learning

O Machine Learning ou aprendizado de máquina permite que o sistema se torne cada vez mais inteligente e adaptado ao negócio e seus objetivos. Por isso, ele é essencial para oferecer uma visão particularmente estratégica sobre o negócio.

Na gestão de talentos e desempenho, há uma combinação de dados sobre o time, os colaboradores e suas performances. Com isso, é possível tornar as funções cada vez mais relevantes para a empresa.

Inteligência Artificial

O Machine Learning está associado ao conceito de Inteligência Artificial. Afinal, se as máquinas aprendem, esse conhecimento deve ser consolidado e aproveitado de forma prática, certo?

Graças a esse tipo de tecnologia, é possível automatizar certas recomendações, ter predições efetivas e contar com uma tomada de decisão otimizada. Dessa maneira, os dados têm ainda mais impacto sobre a performance.

Gamificação

A estratégia de Gamificação consiste em utilizar mecânicas famosas em jogos, como níveis e recompensas. Com um sistema de gestão empresarial adequado, tudo isso é montado de forma efetiva e automática.

Para a motivação de pessoas, especialmente, é algo essencial. O resultado é que os colaboradores se tornam capazes de entregar mais, o que leva a uma performance otimizada.

Colaboração entre times

sistema de gestão empresarial

Como dissemos, a tecnologia favorece a comunicação interna, pois cria um fluxo de dados do qual todos podem participar. É uma excelente alternativa para garantir a acessibilidade e a democratização das informações. Na prática, isso ajuda as equipes a se entenderem melhor e permite que colaborem rumo a objetivos em comum.

Essa troca de experiências e conhecimento é essencial em um contexto dinâmico e competitivo. Com a multidisciplinaridade e diferentes visões sobre o mesmo problema, a gestão ganha efetividade. Além disso, é algo indispensável para gerar sinergia. Como todos remam para a mesma direção, torna-se mais fácil alcançar os objetivos pretendidos.

Criação de campanhas de incentivo

A motivação e o engajamento dos colaboradores são fatores essenciais para o bom desempenho da empresa. Afinal, não basta que a gestão tome decisões estratégicas se o capital humano não for capaz de bater metas ou cumprir objetivos. Pensando nisso, é preciso desenvolver ações que ampliem os resultados, como por meio do incentivo.

Um sistema de gestão empresarial voltado para o gerenciamento de pessoas garante exatamente isso. Ele permite, inclusive, que cada profissional tenha autonomia sobre o próprio desempenho. Com visibilidade sobre os resultados que precisam ser alcançados, há mais interesse e participação.

Também é uma forma de desenvolver um sistema altamente meritocrático, que recompensa quem se destaca e se esforça, dentro das exigências do negócio. Isso traz a sensação de conquista e de satisfação, além de gerar uma competição saudável. Para completar, é um meio de garantir que as pessoas tenham feedback constante e consistente.

Alinhamento de atividades

Outro ponto muito interessante de um sistema de gestão empresarial é que ele ajuda a fazer com que todos sigam rumo a um ponto em comum, com o mesmo ritmo e a direção adequada. É, portanto, um meio de estabelecer um bom alinhamento de atividades, já que não basta decidir para onde ir.

Graças à ferramenta de tecnologia, é possível padronizar etapas e garantir que todos saibam quais são os resultados que se desejam alcançar. A comunicação fluida também ajuda nesse sentido e a reunião desses fatores leva a uma conquista grande de resultados.

Dependendo das funcionalidades apresentadas, há a chance de criar mensagens individuais, tanto de feedback quanto de relacionamento e aproximação. Em caso de mudanças estratégicas ou de procedimentos, há a chance de enviar avisos e de reforçar certos passos. Tudo isso também contribui para a redução de erros e garante que o time se torne mais eficiente.

Avaliação de resultados

Não menos importante, a tecnologia voltada à gestão do negócio é essencial para medir todas as ações que são colocadas em prática. É uma forma eficiente de entender a que se deve cada conquista e quais são os níveis de performance em relação ao que foi planejado.

Individualmente, podemos citar a análise de desempenho de cada colaborador, em um sistema voltado para essa parte. É uma forma de compreender o que, de fato, cada um entregou e como isso gerou impactos no negócio. Então, há mais visibilidade para a tomada de decisão.

O fato é que ser capaz de reunir e de analisar informações são pontos que fazem a diferença para definir os próximos rumos. Como uma plataforma do tipo ajuda a fazer um diagnóstico da situação, pode-se estabelecer quais serão os próximos passos.

Como escolher o melhor ERP para sua empresa?

Agora que você conhece todo o potencial de um sistema de gestão empresarial, é o momento de escolher a solução adequada para a organização. Tudo começa com um entendimento completo de quais são os objetivos do negócio e quais são os pontos essenciais para trabalhar.

Depois de definir essas questões, é hora de analisar as soluções disponíveis e o que elas são capazes de oferecer. Na sequência, descubra como selecionar o ERP ideal e veja quais são os pontos indispensáveis!

Considere qual é a segurança oferecida

Um sistema de gestão empresarial reúne informações cruciais para a estratégia e para o funcionamento do negócio. Ele é determinante para a tomada de decisão e inclui informações sensíveis sobre diversas partes da empresa. Por isso, dê prioridade à segurança.

Portanto, comece analisando os protocolos de proteção oferecidos pelo sistema. Garanta que as informações fiquem isoladas e que o acesso seja devidamente protegido. Assim, a gestão não corre riscos.

Avalie, também, se é possível hierarquizar o acesso e definir quais dados podem ser vistos. Com esses cuidados, evita-se o vazamento de informações ou a utilização por pessoas não autorizadas.

Avalie a mobilidade de informações

Em um cenário cada vez mais digital e conectado, não faz sentido ter ferramentas estratégias limitadas, certo? Por isso, o ideal é conferir se o sistema de gestão empresarial é capaz de oferecer mobilidade de dados.

Uma das maneiras simples de fazer isso é conferir a utilização da computação na nuvem. Por meio dessa modalidade, as informações são armazenadas em um servidor remoto e podem ser acessadas de qualquer lugar. Além disso, o sistema não exige instalação e pode ser acessado via web.

Com os dados móveis, é possível acessar as informações de onde estiver e quando precisar — sem comprometer a segurança. No caso do People Management, também é uma alternativa interessante, porque garante que o time possa conferir seus dados em qualquer situação.

Pense em qual é a facilidade de uso

Uma tecnologia adequada é aquela capaz de gerar bons impactos práticos na realidade da empresa. No caso de um ERP, isso não é diferente, então é essencial fazer com que o uso seja simplificado.

Não adianta escolher um recurso que exige longos períodos de treinamento e que causa dúvidas constantemente. Em vez disso, opte por uma alternativa com implementação facilitada e interface simples e dinâmica.

Se for usar a Gamificação, por exemplo, o sistema deve abusar de recursos visuais. Isso facilita a visualização de dados e garante que todos compreendam mais facilmente as informações. Na prática, isso torna a utilização intuitiva e funcional.

Confira se é possível customizar

Como cada empresa tem uma necessidade, é preciso considerar as expectativas na escolha. Isso também significa conferir se existe a chance de customizar algumas funcionalidades, de modo a atender melhor as suas exigências.

Entenda, por exemplo, se o sistema de gestão empresarial permite adicionar metas e dados específicos sobre o desempenho de cada colaborador. Fazer isso garante uma atuação personalizada e individualizada, ao mesmo tempo em que é possível automatizar vários outros processos.

Se for o caso, confira o uso de recursos específicos, como as mensagens direcionadas de acordo com cada situação. Como consequência, a utilização será ainda mais prática e eficiente, o que gera bons resultados.

Entenda qual é o nível oferecido de inovação

Em plena era de negócios 4.0, é preciso investir na tecnologia do jeito certo. A automação já não é um diferencial e, a cada dia, caminha para se tornar um requisito básico para se manter no mercado. Pensando nisso, a escolha também tem que se basear em qual é a tecnologia apresentada.

Para consolidar a transformação digital, é necessário contar com elementos realmente modernos. Isso é o que vai garantir a inovação verdadeira e deve fazer parte da sua decisão.

O uso de Inteligência Artificial, por exemplo, eleva o nível de performance. A Gamificação e o Machine Learning, como visto, também. Por isso, é indispensável optar por uma solução que traga algo diferenciado.

Verifique a facilidade para avaliar o ROI

Entender quais são os resultados gerados pela implementação da tecnologia é essencial para tomar decisões melhores e mais efetivas. No entanto, não basta que a ferramenta apresente indicadores-chave. Ela deve facilitar um processo crucial, que é o cálculo de retorno sobre investimento (ROI).

Verifique se o sistema de gestão empresarial tem foco nessa análise e se auxilia a identificação de quais são os ganhos relativos de maneira fácil. Isso permite reconhecer quais campanhas de incentivo têm dado mais resultados e até quais profissionais entregam algo diferenciado.

Com uma análise completa de ROI, a tomada de decisão se torna muito efetiva e garante que você possa alcançar um bom desempenho. O sistema de gestão empresarial é indispensável para que o gerenciamento consiga chegar mais longe. Com a escolha correta nesse sentido, é possível elevar a performance, obter competitividade e reduzir os riscos. Então, trata-se de um componente essencial para o sucesso!

Já que essa decisão é tão importante entre em contato conosco para descobrir o que o sistema Robbyson tem a oferecer!

Você também pode gostar

Deixe um comentário